sábado, 28 de janeiro de 2012

Eu

É tudo bem devagar...
Mas divagando, se vai longe!
E eu divago,
vago nas vagas,
sem saber onde chegar.
Mas vago.
Divago.
E viajo.
Ainda que devagar.

Porque assim se chega longe.