domingo, 28 de agosto de 2011

Dois nós

Em ti,
era epenas eu,
eu,
eu,
e sempre mais de mim.
Sozinha.
Deusa.
Completa em mim mesma.

Quando só,
apenas tu,
tu,
tu,
e cada vez mais de ti.
Dividida em dois.
Parte que sou e parte que és.
Incompleta em sua ausência.

Mas ainda que em memória,
eternamente ligados por dois nós.

3 comentários:

A tal da Fulana. disse...

Oi,
Por um tempo me ausentei do meu blog,e o tempo foi tanto que o "Luiza de fato" já não me recebe tão bem. Tô começando mais uma fase de mim. Mas o que eu não posso deixar pra trás são blogs como o seu!
Tava morrendo de saudade e fui recepcionada por uma bela composição!
Adorei.

Yasmin Lara disse...

Obrigada, moça!
Pelo elogio e pela consideração...
Passe por aqui sempre que desejar.

Abraços

Suzi disse...

quer dizer que ela estava completa com ele...e sozinha sem ele?