quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O novo

O ano começou com o céu chorando cupiosamente, a chuva dá-me uma nostalgia que soma-se ao já conhecido sentimento de pequena saudade do que passou. O ano, a primavera, a infância, as horas. Dá-me saudade quando soltam os fogos de artifício anunciando, tal como trombetas, o ano novo que arromba meus dias para entrar. E surgem perguntas. Como será a partir de agora? Inovar? Amar? Trabalhar? Ser? Prometo mil coisas: sentir mais, escrever mais, ler mais, amar bem mais. Quero tudo com a força de quem renasce, de quem ressurge, de quem se modifica. Sou outra a cada ano, a cada nova lua, a cada novo dia. Sou muitas, outras, numa mesma casca-corpo. Uma mesma alma-vida.

O Novo Ano só será novo se eu desejar que o seja, sem a minha vontade, os dias serão apena idênticos; recomeçando uma contagem do início -tal como contar o infinito voltando ao 1 sempre que se chega ao 10-. Eu não quero repetição. Sempre detestei o similar, o previsível, o esperado. Gosto mesmo da emoção de não saber, do complexo sentimento ansioso por esperar o que vai chegar, do imaginar o que não existe, do criar. Eu sou uma mulher de desmontagens. Sou um ser humano intenso. Sou (e amo ser) uma interrogação. Sou o novo ano que chega para mim como um presente, como surpresa incerta. Ele será o que eu quiser. Molda-lo-ei tal como desejar. Sou rascunho, deixo a perfeição da arte final para os que tem paciência em não ser de carne e osso.

Uma certeza eu tenho, a única além da morte certa. Sou pequena. Mínima. Diminuta. Enquanto deixo entrar mais um ano pelas minhas portas e janelas, enquanto ganho rugas e mais rugas de experiência, enquanto vou desfolhando-me pouco a pouco, o mundo vai aniversariando tmidamente. Caminhando lentamente rumo ao infinito. Um dia desses não deixarei mais pegadas por aqui. E o mundo? Ah...ele continuará a seguir.


4 comentários:

Luana Lins disse...

Muito bom ya. Obrigada por escrever isso. =)

Yasmin Lara disse...

Eu que agradeço, Luh !!

Beijos mil.

Suzi C. Lima disse...

Também prometi...

"Prometo mil coisas: sentir mais, escrever mais, ler mais, amar bem mais. Quero tudo com a força de quem renasce, de quem ressurge, de quem se modifica. Sou outra a cada ano"

Espero conseguir^^

Yasmin Lara disse...

Vc vai conseguir!

Abraços.