sábado, 19 de setembro de 2009

Mais uma vez (de novo)

Achei que tinha perdido,
pensei que tinha partido
esse palpitar animado
que tomava meu coração.

Eis que chegam novos tempos,
novos ares, outros ventos
trazendo para dentro de mim
essa velha e nova emoção.


...com o perdão da redundância...







Imagem: http://br.olhares.com/o_coracao_foto509622.html
Artista: Nuno Ricardo Chaves

4 comentários:

Varnion, o lobo solitário disse...

O vento sempre vem com mudança. O vento é mudança.

Mesmo que o novos ventos não sejam bons ventos eles sabem agitar as velas do barco e mandá-lo a novos rumos. As novas aventuras sempre trazem novas energias.

Muito bom.

Yasmin Lara disse...

[i]Obrigada pelo comentário,moço!

Sim...os ventos,mesmo que não sejam bons, levam-nos a novos horizontes e caminhos. Aventuras sempre são uma ótima fonte de aprendizado!

abraços
=)

Márcio Vandré disse...

Nossa, Yasmin!
Quanta coisa dentro de um post!
Coração e palpitações.
É bom senti-las e saber o gosto de viver.
Saber que o gosto não é ruim.

Um beijo!
Está belo demais o seu texto!
=*

Yasmin Lara disse...

Marcinho!!
Sim sim, essas emoções palpitantes, a todo tempo mutáveis, é que são o combustível mais importante da vida, ora!


Obrigada pelo comentário.

beijinhos
=)