domingo, 30 de agosto de 2009

Azul

Quero pintar-me de azul.
Tornar-me azul...um ser azul!
Que azuis sejam meus sonhos,
minhas esperanças,
minhas flores.
Que sejam azuis meus olhares,
meus caminhos,
o cenário de minhas tantas poses.
O meu pequeno e escasso espaço.
Que tudo seja Azul!
Céu, mar e música.
Poesia, carmim, fúcsia.
Que tornem-se azuis esses meus dias gris,
que venham repletos de cor a cada novo amanhecer,
nessa aquarela de tons castigados,
as tintas unem-se para que o azul possa nascer.




Imagem: http://br.olhares.com/tsunami_azul_foto537269.html
Fotógrafo: Eneas A Lopes

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Selando

Venho colocar o selo que recebi do Márcio Vandré (www.contraotedio.blogspot.com). Muito obrigada, seu moço!






- Regrinhas básicas

1. Exiba a imagem do selo “Blog de Ouro”.
2. Poste o link do blog de quem te indicou.
3. Indique 4 blogs de sua preferência.
4. Avise seus indicados.
5. Publique as regras.
6. Confira se os blogs indicados repassaram o selo


-Blogs indicados:

http://olhardentrodosolhos.blogspot.com/

http://todanuaebemvinda.blogspot.com/

http://luizadefato.blogspot.com/

http://sentidosdos2.blogspot.com/

Mais uma vez: muito obrigada, Márcio.
Beijos !
=D

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Pois é, Zé !

Pois é, Zé!
O coração dela parou de pular.
Antes tão animado, parece cansado,
não quer mais farrear.
Só bate.
Bem lento.
Mas não pára,
espera outra hora, outro canto, outro engano
que o faça voltar a voar.
Mas enquanto o futuro não chega,
ele faz o seu velho tum tum tum no mesmo canto,
nesse mesmo lugar.
O mesmo que fazia bem antes de você chegar.
O que mudou foi o motivo...
Essas horas, esse vazio
fizeram o coração se cansar de esperar.
A primavera volta, o tempo passa,
o coração desabrocha num outro passo -mais bonito- a dançar.
Ele bate, e isso lhe basta.
Isso sempre soube lhe completar!

Tum-tum, tum-tum, tum-tum...




....trilha sonora mais-que-inspiradora: Regra Três (Toquinho e Vinícius)! Vale a pena escutar! ...


Imagem: La songeuse: Jeune Femme
Artista: Renoir

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Improviso sobre a ausência na distância

Mesmo que distante,
em outras nuvens, outro céu,
busco nessas esquinas teu olhar.
Amiga especial, pessoa sem igual
que vaga por um outro caminho, outro lugar.
Teimosa, eu digo a meu coração
que a hora de nosso reencontro há de chegar,
mas ele teima,essa criança tola,
quer agora teu olhar.
Meu carinho, minha amiga,
vai além desse mundo espacial,
dessa realidade torta,
desse alma espectral,
de mil versos de saudades.
Ele foge, ele vaga, ele naõ morre!
Não padece, pois nunca aprendeu a te esquecer.
E indo, indo,mesmo sentindo tua ausência
sei que nunca irá fenecer.




...dedicado ao Albert, que me pediu (na verdade, me propôs um desafio, e eu, como não conseguiria fazer outra coisa, topei)um poema. Totalmente de improviso. E dedicado também à Mary, prima e amiga do Albert, que foi o tema central dessas linhas. Beijinhos a vocês !!...

Imagem: http://br.olhares.com/a_amizade_em_crianca_foto585439.html
Artista: Carla Vicente

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Versos

Não sei falar essa língua prolixa de vozes,
essa linguagem torta
de frases incompletas.
Mas sei gritar em versos.
E grito alto em papel e tinta.
Em versos sou linda !
Apenas mortal, apenas infinda.
E vou versificando meus desejos nas linhas,
em letras bordadas de livro antigo.
Sou em versos, pois assim fico eterna.
Sou assim, pois morri e esqueci de me enterrar.
E vou escrevendo, indo...indo...
até meus dedos pararem de me acompanhar.





Imagem: http://br.olhares.com/sentes_como_os_versos_se_enrolam_e_se_tocam_foto938272.html

Artista: Carla Salgueiro

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Ponteiros

A maldição das paixões,
é esse certo vazio de espera,
de expectativa,
de vontades jogadas ao chão.
E se fugimos um instante dessa realidade,
dessa densa e malfadada saudade,
são apenas minutos sorrateiros que vêm...
apenas horas passantes que vão...
tic, tac
tic, tac,
tic, tac,
tic,......




Imagem: http://br.olhares.com/entre_ponteiros_foto1661958.html
Artista: Pedro Silveira