sábado, 18 de julho de 2009

E a vida...

A vida vinha e a gente não tinha
nada a oferecer.
Agora ela passa, e o tempo estilhaça
essas horas bizarras
que não querem permanecer.





Imagem: http://br.olhares.com/murchas_foto1441242.html
Artista: miducha


...esse post merece um poema de Cecília Meireles, se me permitem:

"4º Motivo da Rosa

Não te aflijas com a pétala que voa,
também é ser, deixar de ser assim.
Rosas verá, só de cinzas franzida,
mortas, intactas pelo teu jardim.

Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.
E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim. "


4 comentários:

Varnion, o lobo solitário disse...

Belíssimo. Yasmin Lara e Cecília Meirelles juntos em um mesmo post é uma coisa muito feliz de se ler.

beijos minha querida

Márcio Vandré disse...

A gente perde tempo a todo momento.
A gente perde e quer achar, mas não conta que o vento, esperto, deixa a vida ser levada pelo alento.
Memória que teima em obliterar.
Ocaso.



Belíssimo post, Yasmin!
E juntando com a Cecília ainda, ficou completo.
Meus parabéns!
Sempre bom passar aqui e ler.

Um beijo!

Yasmin Lara disse...

Muito obrigada pelos comentários, pessoal.

Varnion, muito bom ver vc passando por aqui. Obrigada. Volte sempre!

Márcio, muito obrigada pelo comentário.Realmente perdemos tempo a todo momento, não é mesmo? E ele não volta.
Seu comentário foi realmente poético, adorei, rs.
Volte sempre !

Luiza de fato! disse...

Nossa Yasmin, que post lindo!
Fiquei até arrepiada.
Yasmin e Meirelles juntas, uma delícia de ler.
Muito bom esse post, amei!
;*