sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Aniversários...


Andei sumida esses dias. Andei aniversariando, estudando, me estressando. Estou um ano mais velha. Um aninho de muitas histórias, muitas desventuras, aventuras, romance.

Aniversário é algo que sempre achei curioso. Não considero que já tenhamos sido pequenos, sempre fomos crescidos, brincados por vidas, aprendendo a viver! Sempre existimos, nunca haveremos de realmente morrer. Entendo que cada presente de um amigo, é um desejo de felicidade.Aliás,os amigos que cultivamos, são o próprio presente em si, o melhor que cada um pode dar.

Nascemos muitas vezes durante a vida, a cada mudança, a cada manhã, onde nos tornamos pessoas sempre iguais, ao mesmo tempo que tão diferentes. Amamos cada dia de maneira distinta, vemos a mesma paisagem com olhos tão desiguais a cada manhã!Tudo é sempre o mesmo, sempre tão outro!

Acabei de fazer 18 anos, longos e breves 18 anos...Tenho certeza que isso quer dizer muito mais que poder votar, poder dirigir, beber, andar com as próprias pernas. Aliás...digo com certeza: nada mudou! Continuo a mesma de sempre, sempre outra, sempre nova, infinda e mutável. E às pessoas especiais de longas primaveras que sempre me apoiaram, e a essas, de novos horizontes, novas estações, deixo meu obrigado. Aos ausentes, só posso dizer que sinto uma saudade gostosa, eterna, e uma gratidão sem limites! Aos meus desafetos, agradeço em dobro, por me ensinarem que até minhas quedas mais doloridas podem tornar-se um lindo passo da dança.


Como diria Dorival Caimmy: "Passo a passo passando passo.".
Imagem: www.olhares.com

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Tributo ao Minuto - Propaganda Visa




Como não tenho tido tempo nem inspiração para escrever no blog (na verdade, leiam e entendam que eu estou sem tempo pra tudo, e com inspiração pra nada, rs), deixo aqui uma lição qeu eu mesma deveria estar aprendendo.
Degustem!

Abraços