sexta-feira, 10 de outubro de 2008

A vida só é possível reinventada...


Sou apaixonada por Cecília Meireles desde pequena, desde sempre, desde a primeira leitura.Desde que eu descobri que ela canta porque o instante existe.Sou apaixonada por essa idéia que ela tão maravilhosamente escreve em seus poemas, de que "a vida só é possível reinventada". Concordo. Cada dia é uma oportunidade de ser sempre o mesmo, sempre outro, renovado. Sempre aprendiz, ao mesmo tempo que se é mestre.O que mais me encanta em Cecília, é a sua simplicidade nas coisas profundas. Sua visão. Seu ideal. Vai aí um dos meus poemas favoritos, para que a gente se renove.Renove nossos gostos, nossos caminhos, nossas idéias.Um obrigada a Cecília.

Revova-te
Renasce em ti mesmo.
Multiplica teus olhos para verem mais.
Multiplica-se os teus braços para semeares tudo.
Destói os olhos que tiverem visto.
Cria outros, para visões novas.
Destrói os braços que tiverem semeado,
para esquecerem de colher.
Sê sempre o mesmo.
SEmpre outro.Mas sempre alto.
Sempre longe.
E dentro de tudo.

Um comentário:

Rodolpho Marco disse...

A menina é uma poetisa. Linda demais. Muito do que ela cria, reflete no meu dia, e isso, é o que eu costumo chamar dos pequenos poderes. Dentre meus pequenos poderes, a Yasmin.