quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Um pouco de Bandeira...



Ontem fiquei o dia inteiro estudando "Meus Poemas Preferidos" de Manuel Bandeira para o vestibular. Me apaixonei. E peço licença a ele(onde quer que ele esteja) para postar dois dos meus poemas preferidos.

ANDORINHA

Andorinha lá fora está dizendo:
-"Passei o dia à toa, á toa!"

Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste!
Passei a vida à toa, á toa...


NEOLOGISMO


Beijo pouco, falo menos ainda.
Mas invento palavras
Que traduzem a ternura mais funda
E mais cotidiana.
Inventei, por exemplo, o verbo teadorar.
Intransitivo:
Teadoro, Teodora.


->Não poderia também deixar de falar sobre esse nosso grande poeta modernista: Manuel Bandeira foi um poeta, crítico literário e de arte, professor de literatura e tradutor brasileiro. Seus poemas possuem caráter acentuadamente autobiográfico, e relatam sua infância, seus parentes e amigos, locais habitados e sonhados(Ah..Pasárgada,Pasárgada...), e sua vida difícil devido á tuberculose. Seus poemas também são marcados pela melancolia, pela nostalgia e pela saudade do que não existiu.
Resumindo tudo...é um poeta que da até gosto de ler. Eu recomendo!

Nenhum comentário: